A meditação é uma forte aliada da saúde mental

Estamos sempre ocupados e preocupados com alguma coisa, e não estabelecemos um bom contato com a gente mesmo. Isso gera muitos conflitos, ansiedade e depressão.  A prática da meditação faz com que você crie intimidade consigo mesmo, reconhecendo-se além do próprio ego.  A meditação nos ajuda a acalmar a mente, ampliando a visão que se tem de si mesmo e da forma com que nos relacionamos com os outros.  Como a prática da meditação nos faz entrar em contato com camadas do inconsciente, é aconselhável que seja acompanhada por um bom trabalho analítico que nos ajuda a elaborar os conteúdos despertos pela prática. Neste sentido a meditação somada a uma boa terapia faz um excelente casamento.  Só a terapia sem meditação tem seus limites. Só a meditação sem terapia pode ser complicado. A meditação nos ajuda a nos desidentificarmos das artimanhas da mente e suas neuroses. Mas se você retira algo que não serve mais, o que entra no lugar? Até que você aprenda a lidar com o vazio, a sublimação se faz necessária, substituindo os hábitos nocivos por outros mais saudáveis. Assim a vida fica menos sofrida e mais benevolente.

Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)

Enquanto você espera, aproveite para relaxar

Cada vez que as coisas não acontecem no seu tempo, no tempo que gostaria que acontecessem, você fica ansioso. Quando se trata então dos relacionamentos amorosos, pior ainda. O outro não responde sua mensagem, não comparece, e você fica agitado, conferindo o Whatasapp, de minuto em minuto. Perde a racionalidade. Na fila do supermercado, no trânsito, aguardando uma resposta de alguém, sempre haverá um motivo para você pirar. Nessas horas a frase “Enquanto eu espero, aproveito para relaxar” é de extrema utilidade. Funciona como um mantra, um instrumento do pensamento, que acalma. Experimente!
Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamento
(agende uma consulta presencial ou on line)

O amor é um escudo protetor

Você corre o tempo todo para se manter em uma posição que pode perder a qualquer momento. É estimulado a comprar (e gastar) cada vez mais e para isso trabalha feito louco sem questionar a qualidade de sua vida. A propaganda é contraditória, induzindo-o a consumir coisas e pessoas o tempo todo, sem que isso lhe traga real satisfação e felicidade, como é prometido. Assim, tudo se torna fútil, efêmero, superficial, em meio a uma competição feroz, quando não temos certeza de nada e o amor nos escapa entre os dedos. Os caminhos que são oferecidos mostram-se inconsistentes e não nos levam a uma vida digna. Não é à toa que a depressão é a doença do século! Por isso é fundamental alimentar e desenvolver os vínculos de amizade e prestar atenção na maneira com que nos relacionamos com a gente mesmo e com os outros. É preciso ter consciência para andar na contramão disso tudo. Só assim criaremos um escudo para nos proteger das águas turbulentas deste mundo tão carente de união e sentido existencial.

Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)